Os Créditos para os Textos Seleccionados, a partir de Obras adquiridas, pertencem INTEGRALMENTE ao(à) seu(sua) Autor(a) ou Descendentes e Herdeiros e respectiva Editora. Os textos que não possuam a referência do Livro de origem, foram-nos enviados por amigos ou por pesquisas na net, pelo que, se alguma Entidade ou Indíviduo, considerar que estarmos a violar os seus direitos, por favor contacte-nos, e o(s) texto(s) serão prontamente retirados, assumindo que a queixa seja devidamente fundamentada.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Quando vinha trazia

QUANDO VINHA TRAZIA


Quando vinha trazia
frutos na voz do vento
- pássaro verde melodia
a beber-lhe o pensamento.


Ausente
o seu corpo não sabia
o invento da palavra
apenas estremecia
na flor da madrugada

José da Fonte Santa (Magia Alentejana)

1 comentário:

Ana Paula disse...

Lindíssimas quadras neste lindo poema!!!
Beijinhos grandes,
Ana Paula